Levantamento de plantas invasoras com potencial apícola em área de plantio de moringa

Guilherme Veloso da Silva, Adriana da Silva Santos, Karla Jarlita de Moura Silva, Mateus Gonçalves Silva, Fernando Antônio Lima Gomes

Resumo


O presente estudo teve como objetivo levantar o potencial apícola de espécies invasoras presentes entre as linhas e margens em plantio de moringa, buscando identificar as espécies botânicas e seus respectivos recursos florais, bem como verificar a frequência de seus visitantes florais. O estudo foi desenvolvido em área de cultivo de moringa localizada no município de São José do Bonfim-PB, sertão paraibano, inserido na depressão sertaneja. As observações foram realizadas em uma área experimental (70 m x 30 m), destinada ao cultivo de moringa, em espaçamento 3,0 m x 3,0 m, objetivando a produção de frutos. As observações tiveram início em abril e se estenderam até julho de 2019. Os dados referentes ao recurso floral das plantas invasoras foram obtidos através de consultas na literatura. Para a análise da frequência de visitantes florais foi adotado um sistema de notas para a classificação em função da frequência, dos quais foram considerados como abundantes (A) visitas iguais ou superiores a 30%; frequentes (F) visitas de 10% a 30%; e raros (R), frequências inferiores a 10%. As famílias botânicas Convolvulaceae e Malvaceae apresentaram maior número de espécies identificadas, ambas com 17,2%. Quanto ao recurso floral, foi verificado que 48% fazem parte do grupo nectaríferas. Já as espécies poliníferas representam 14%, sendo considerado o menor grupo. Quanto a relação das espécies mistas, compõem 38%. Em relação aos insetos polinizadores das espécies invasoras, 72% são abelhas, sendo consideradas, entre as espécies, o polinizador com maior potencial. O segundo maior grupo de polinizadores das plantas invasoras foi constituído por borboletas, com equivalente de 21%. Já as espécies que são polinizadas por abelhas e por borboletas, consideradas generalistas, equivalem a 7%. A presença de plantas invasoras com potencial apícola é de suma importância para a manutenção de polinizadores nativos, em áreas de produção agrícola ou áreas de preservação.


Palavras-chave


Flora apícola, apicultura, prática ecológica

Texto completo:

PDF (Português)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Guilherme Veloso da Silva, Adriana da Silva Santos, Karla Jarlita de Moura Silva, Mateus Gonçalves Silva, Fernando Antônio Lima Gomes

ISSN: 2675-3065

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn