Preservação da cultura do povo indígena Fulni-Ô

Valdilene Valdice Santana, Bruno Luiz de Brito Matos, Cledson Tadeu Matos

Resumo


Mostrar os reais fatos históricos culturais do povo Fulni-ô torna-se fundamental para que haja o reconhecimento dos valores, dos pensamentos e das práticas indígenas, valorizando suas especificidades e procurando aprofundar cada vez mais esses conhecimentos. Partindo desses pressupostos a presente pesquisa relato, traz a vivência do projeto “Abril Indígena”, realizado na Escola Estadual Indígena Fulni-ô Marechal Rondon, localizada na Aldeia Grande do povo Fulni-ô, Águas Belas, Pernambuco. O objetivo da produção foi resgatar a importância de preservar a cultura Fulni-ô, discorrendo sobre a prática de um ciclo de atividades pedagógicas trabalhadas em abril de 2019, na escola supracitada. O procedimento metodológico se deu através de pesquisa de campo em que a observação e participação direta foram os principais instrumentos de suporte. Percebeu-se na culminância do projeto que os estudantes ficaram incomodados quanto ao andamento das posturas assumidas hoje na aldeia, principalmente quanto à prática da língua materna. O sentimento de pertencimento étnico é visível por todos, entretanto, pouco se faz para que esse sentimento seja fortalecido, a escola ainda é colonizada, ainda se faz imposições de valores através da educação.


Palavras-chave


Escola Indígena, Yaathe, Interculturalidade.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


BANIWA, Gersem dos Santos Luciano. O índio brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília: MEC/Secad; Museu Nacional/UFRJ, 2006.

BRASIL. Educação Escolar Indígena: diversidade sociocultural indígena ressignificando a escola.MEC. Brasília-DF, 2007.

CERTEAU, Michel de. VII. Caminhadas pela Cidade; IX. Relatos de Espaço. In: A Invenção do Cotidiano: 1. Artes de Fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

COIMBRA, Ana Carolina Gomes. Educação escolar indígena: Afirmação da alteridade do grupo étnico Fulni-ô. 2012.Tese (Doutorado em Ciências da Educação), Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias - Ulht, Lisboa, 2012.

COSTA, J. "Descrevendo línguas brasileiras: yaathe, a língua dos índios fulni-ô." Revista do GELNE 17, no. 1/2, 2015.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6ª Edição 2008.

LEITE, Lúcia Helena Alvarez. Universidade Pública, cidadania e movimentos sociais: a experiência do FIEI – Curso de Formação Intercultural para educadores indígenas de Minas Gerais. No GT 03 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos. Anped. Anais. Caxambu, MG, 2008.

NASCIMENTO, Adir Casaro. Currículo, Interculturalidade e Educação Indígena Guarani/Kaiowá. GT 12Currículo.Anped.Anais.Caxambu, MG, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Valdilene Valdice Santana, Bruno Luiz de Brito Matos, Cledson Tadeu Matos

ISSN: 2675-3065

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn