Crescimento inicial do meloeiro sob salinidade da água e aplicação exógena de H2O2

Francisco de Assis da Silva, José Eustáquio Campos júnior, Mirandy dos Santos Dias, Luandson José da Silva e Silva, Rilbson Henrique Silva dos Santos, Mateus Costa Batista

Resumo


Objetivou-se avaliar o efeito da aplicação exógena do peróxido de hidrogênio no processo de aclimatação e na consequente diminuição da suscetibilidade do meloeiro ao excesso de sais na água de irrigação. O estudo foi conduzido em sacolas plásticas sob condições de casa de vegetação pertencente ao Centro de Tecnologia Agroalimentar da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), utilizando-se o híbrido ‘Hales Best Jumbo’. Os tratamentos foram constituídos por dois níveis de salinidade da água de irrigação (0,3 e 1,7 dS m-1) e cinco concentrações de peroxido de hidrogênio, (0, 2,5, 5, 10 e 15 µM). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizados, no esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. O peróxido de hidrogênio foi aplicado aos 15 e 22 dias após a emergência. Ambas as soluções foram aplicadas via foliar. O incremento da salinidade da água de irrigação inibiu o crescimento das plantas de meloeiro quanto a produção de matéria seca, área foliar e porcentagem de emergência. O peróxido de hidrogênio influenciou significativamente a área foliar da planta quando utilizada a dose de 15µM.


Palavras-chave


Cucumis melo, Salinidade, Peróxido de hidrogênio, Solo.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


Ashraf, M.; Foolad, M. R. (2007). Roles of glycine betaine and praline in improving plant abiotic stress resistence. Environmental and Experimental Botany, 59, 206-216.

Carvalho, C.; Kist, B. B.; Santos, C. E.; Treichel, M.; Filter, C. F. (2017). Anuário brasileiro de fruticultura. Santa Cruz do Sul: Editora Gazeta Santa Cruz, 88 p.

Dat, J.; Vandenabeele, S.; Vranová, E.; von Montagu, M.; Inzé, D.; van Breusegen, F. (2000). Dual action of the active oxygen species during plant stress responses. Cell Molecular Life Science, 57, 779-795.

Dias, N. da S.; Blanco, F. F. (2010). Efeito dos sais no solo e na plata. In: GHEYI H R; DIAS N S; Lacerda, C. F. (2010). Manejo da salinidade na agricultura: estudos básicos e aplicados. Fortaleza, INCT Sal.

Faostat, Web site of Food and Agricultural Organization of United Nations (2018). Disponível em: . Acesso em: 29/06/2019

Ferreira, D. F. (2011) Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, 35(6), 1039-1042.

Gondim, F. A.; Gomes Filho, E.; Marques, E. C.; Prisco, J. T .( 2011). Efeitos do H2O2 no crescimento e acúmulo de solutos em plantas de milho sob estresse salino. Revista Ciência Agronômica, 42(2), 373-38.

Hasegawa, P. M. et al. (2000). Plant cellular and molecular responses to high salinity. Annual Review of Plant Physiology and Plant Molecular Biology, 51, 463-499.

Labouriau, L. G. & Valadares, M. B. (1976). On the germination of seeds of Calotropis procera. Anais da Academia Brasileira de Ciências, São Paulo, (48), 174186.

Lacerda, F. H. D. et al. (2012). Aplicação exógena de prolina na redução do estresse salino em meloeiro. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 7 (3), 218-227.

Medeiros, J. F.; Medeiros, D. S.; Porto Filho, F. Q.; Nogueira, I. C. C. (1998). Efeitos da qualidade e quantidade da água de irrigação sobre o coentro cultivado em substrato inicialmente salino. Revista Brasileira de Eng. Agríc. Ambiental, 2, 22-26.

Prisco. J. T & Filho, E. G. (2010). Fisiologia e bioquímica do estresse salino em plantas. Fortaleza – CE, Cap 10, 150-154.

Sá, F. V. S. da.; Brito, M. E. B.; Pereira, I. B.; Neto, P. A.; Andrade Silva, L. de; Costa, F. B. da. (2015). Balanço de sais e crescimento inicial de mudas de pinheira (Annona squamosa L.) sob substratos irrigados com água salina. Irriga, 20 (3), 544.

Taiz, L. et al. (2017). Fisiologia vegetal. 6. ed. Porto Alegre: Artmed. 918 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Francisco de Assis da Silva, José Eustáquio Campos júnior, Mirandy dos Santos Dias, Luandson José da Silva e Silva, Rilbson Henrique Silva dos Santos, Mateus Costa Batista

ISSN: 2675-3065

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn