Unidades de Conservação do Recife como espaços educativos para o ensino da Geografia Escolar

Luana Cândido Santos, Ana Márcia Moura da Costa, Patrício Rinaldo dos Santos, Gabriel Marques dos Ramos, vanice santiago fragoso selva

Resumo


As Unidades de Conservação (UCs) vêm ganhando cada vez mais espaço para atividades voltadas ao ensino, à cultura e, sobretudo, em práticas voltadas à educação. Nessa perspectiva, práticas voltadas ao ensino da Geografia nessas áreas podem se configurar como uma excelente ferramenta didática potencializadora do aprendizado dos estudantes Frente a isso, o respectivo teve como objetivo analisar se os professores de Geografia do ensino médio exploram as unidades de conservação do Recife para práticas de ensino da Ciência Geográfica. Para tanto, optou-se metodologicamente por uma pesquisa de abordagem qualitativa, de cunho exploratório e de procedimento comparativo, para que pudesse comparar a realidade de docentes e alunos de três instituições de ensino: o Colégio Pontual, à Escola Diário de Pernambuco e o Instituto Federal de. Além disso, foi realizada a aplicação de questionários semiestruturados aos docentes, com o intuito de verificar se eles realizavam práticas de ensino em lugares alternativos à sala de aula, a exemplo das Unidades de Conservação. Os resultados evidenciaram, de forma geral, que os professores das respectivas instituições de ensino avaliadas, não exploram as Unidades de Conservação presentes na cidade do Recife para a realização de práticas de ensino da Geografia. Porém, eles acham as UCs podem servir como excelente mecanismo para a potencialização do aprendizado dos estudantes, por aproximá-los do conteúdo que está sendo abordado em sala de aula, de modo a edificar cada vez mais a o saber geográfico dos estudantes de forma holística e interdisciplinar.

 


Palavras-chave


Ensino, Geografia, Unidades de Conservação.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


BRASIL. IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação- SNUC. n 9.985, de 18 de julho de 2000.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Portaria conjunta Ministério do Meio Ambiente e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis nº 259, de 7 de agosto de 2009. Dispõe sobre a participação dos trabalhadores no processo de licenciamento ambiental e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 13 ago. 2009.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. SNUC – Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza Decreto nº 5.746 de 5 de abril de 2006, p. 81-91.

CAVALCANTI, L. S. Geografia, escola e construção de conhecimentos. 13. ed. Campinas: Papirus, 2010.

JACOBI, Pedro. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade. In: Cadernos de Pesquisa‐ vol. 118‐ março 2005‐ Fundação Carlos Chagas.

OLIVEIRA, Tânia Modesto Veludo de, Tânia. Amostragem não Probabilística: Adequação de Situações para uso e Limitações de amostras por Conveniência, Julgamento e Quotas. Revista Administração Online Prática ¬ Pesquisa ¬ Ensino, USP. Volume 2¬ n°3, 2005.

RECIFE, Prefeitura da Cidade. Caracterização do Território. Acesso em: 07 de junho 2019. Disponível em: http://www2.recife.pe.gov.br/pagina/caracterizacao-do-territorio.

THIESEN, Juares da Silva. Geografia escolar: dos conceitos essenciais às formas de abordagem no ensino, 2011. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/geografia/article/download/7379/4418>. Acesso em: 06 Jun 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Luana Cândido Santos, Ana Márcia Moura da Costa, Patrício Rinaldo dos Santos, Gabriel Marques dos Ramos, vanice santiago fragoso selva

ISSN: 2675-3065

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn