Análise da influência de fatores naturais sobre a condição de balneabilidade das praias da cidade de Itapoá (Santa Catarina)

Marlon Heitor Kunst Valentini, Gabriel Borges dos Santos, Victória Huch Duarte, Bruno Muller Vieira

Resumo


O crescimento populacional desordenado na zona costeira acaba gerando impactos negativos os quais, por consequência, afetam a balneabilidade das praias. A urbanização é um dos incontestáveis problemas das ações humanas sobre o meio ambiente. O monitoramento das condições de balneabilidade das praias é de suma importância, uma vez que praias com condições impróprias são de alto risco de disseminação de diversas doenças. Para comprovar que as condições de balneabilidade são próprias para atividades de recreação com contato primário com a água as praias devem ter, no máximo, um NMP de 800 E. coli por 100ml em 80% das amostras coletadas nas últimas 5 semanas em um mesmo local. Sendo assim, esse estudo tem por objetivo avaliar, através de métodos estatísticos, a influência de fatores naturais, tais como as mudanças de maré e a intensidade de chuva, sobre a condição de balneabilidade das praias da cidade de Itapoá-SC. Conforme os resultados encontrados por esse estudo, a estação que encontrou uma porcentagem maior de praias impróprias ao banho foi o verão, o que pode ser corroborado pelo aumento na concentração de pessoas nessas praias. Porém, os resultados mostraram, ainda, que a intensidade de chuva também causa impactos significativos sobre as condições de balneabilidade, uma vez que chuvas intensas podem carrear poluentes em direção às praias. Sendo assim, mostra-se que fatores naturais também têm influência sobre a balneabilidade e que é possível fazer uso de métodos estatísticos para analisar essa influência.

 

Palavras-Chaves: Monitoramento Ambiental, Balneabilidade, Métodos Estatísticos.

 

Analysis of the influence of natural factors on the bathing condition of beaches in Itapoá (Brazil)

 

A B S T R A C T

 

The disordered population growth in the coastal zone generates negative impacts that, consequently, affect the bathing of the beaches. Urbanization is one of the indisputable problems of human actions on the environment. Monitoring bathing conditions of beaches is of paramount importance, since beaches with unsuitable conditions have a high risk of spreading various diseases. To prove that the bathing conditions are suitable for recreational activities in primary contact with water, beaches should have, at most, an MPN of 800 E. coli per 100ml in 80% of the samples collected in the last 5 weeks in the same place. Therefore, this study aims to evaluate, through statistical methods, the influence of natural factors, such as tidal changes and rain intensity, on the bathing condition of beaches in Itapoá-SC city. According to results found by this study, the season that found a higher percentage ofbeaches with inappropriate bathing conditions was the summer, which can be corroborated by the increase in the concentration of people on these beaches. However, the results showed that the intensity of rainfall also causes significant impacts on the bathing conditions, since heavy rainfall can carry pollutants towards the beaches. Thus, it is shown that natural factors also have an influence on bathing and that it is possible to use statistical methods to analyze this influence.

 

Keywords: Environmental Monitoring, Bathing, Statistical Methods.


Palavras-chave


Monitoramento Ambiental, Balneabilidade, Métodos Estatísticos

Texto completo:

PDF (Português)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Marlon Heitor Kunst Valentini, Gabriel Borges dos Santos, Victória Huch Duarte, Bruno Muller Vieira

ISSN: 2675-3065

 Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn